in

Cerveja sem carboidrato? Isso já é realidade no Brasil!

Se você, assim como eu, está sempre em busca da dieta perfeita para manter uma alimentação mais saudável ou perder uns quilinhos, deve saber o quão difícil é deixar de lado a cerveja, principalmente no fim de semana, num churrasco com os amigos, ou num momento de descontração. E foi pensando exatamente nisso que a empresa catarinense Don’t Worry criou a primeira cerveja sem carboidrato do Brasil. A cerveja foi desenvolvida em parceria com o médico e pesquisador do processo nutricional humano, Dr. Eduardo Bernhardt.

A dieta “Low Carb” é uma das estratégias mais procuradas por aqueles que buscam o emagrecimento, além de ter sido reconhecida pela ADA – Associação Americana de Diabetes, como eficiente no combate e prevenção da doença. E essa é a proposta da cerveja sem carboidrato da Don’t Worry. As cervejas são totalmente livres de açúcares e, portanto, de baixo estímulo insulínico, o que as diferencia de todas as outras do mercado, mas sem interferir no sabor e qualidade, sempre presentes nas boas cervejas artesanais”, explicou o Dr. Eduardo ao portal Terra.

>> Cerveja sem Glúten: para emagrecer ou para celíacos? <<

A princípio serão duas versões das cervejas low carbs:

Don’t Worry Pilsner Premium – uma cerveja leve, refrescante, de baixo amargor (12 IBU), 4,1% de teor alcoólico e nada de carboidrato. É uma releitura do clássico e mais apreciado estilo de cerveja pelos brasileiros: o Pilsen. Nessa versão o malte importado e a lupulagem levemente condimentada equilibram a ausência total de açúcares residuais e dão a essa versão as características de uma boa cerveja premium.

Don’t Worry American Session IPA – Uma IPA leve, aromática de amargor moderado (25 IBU), 5,2% de teor alcoólico e, é claro, zero carboidrato. É uma cerveja cítrica e frutada, bem ao estilo das modernas IPAs americanas. Sua efervescência característica lembra um espumante, porém com ausência total de açúcar.

Ambas as versões estão agradando o paladar de quem já provou e estão ganhando adeptos, que poderão incluir o consumo moderado e sem culpa nos dias de lazer e relaxamento.

Fonte: Terra

Deixe uma resposta

Escrito por Ana Paula Komar

Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

InicianteVisualizaçãoEscritorVotação

Relatos de como um boleiro virou cervejeiro

O que era bom está ainda melhor: Beer agora é Clube!