in

Cervejas alemãs – Por que são tão tradicionais?

A cerveja é uma bebida que caminha com a humanidade desde milênios antes de Cristo. Com isso é normal que se tenha tanta história acerca dela e que muito do que a humanidade fez até hoje seja para melhorar a produção de cerveja. Vocês sabiam, por exemplo que cerca de 1700 a.C. fazer cerveja ruim era um crime julgado com pena de morte? Nessa série de matérias irei contar um pouco sobre cada escola cervejeira e pra começar vamos focar na Alemanha e nas tradicionais cervejas alemãs.

A Alemanha é muito conhecida por suas cristalinas e douradas Pilsen e suas turvas e carbonatadas cervejas de trigo. Foi na Alemanha que se descobriu por volta do século XV o processo de baixa fermentação, a tão famosa Lager surgiu devido a necessidade de resfriar a cerveja como forma de mantê-la fresca por mais tempo. Os bávaros passaram então a armazenar seus barris em cavernas gélidas e com isso algumas novidades surgiram: com essa maturação a frio, as leveduras decantavam, tornando a cerveja mais límpida e os aromas e sabores da cerveja se tornavam mais suaves e harmoniosos. Com o passar do tempo essa levedura foi sofrendo mutações para se adaptar ao frio e eis que surge o famoso estilo Lager, palavra que deriva de Lagerung, armazenamento em alemão.

É também alemã a famosa lei de pureza Reinheitsgebot, que padronizava os ingredientes da cerveja com sendo somente malte de cevada, água e lúpulo. Nessa época, em 1516, ainda não havia conhecimento das leveduras. E posteriormente foi introduzido o trigo à lista de ingredientes permitidos para a produção das famosas cervejas Weissbier. Tudo isso com o intuito de melhorar a qualidade das cervejas, evitando assim doenças por contaminação com ingredientes tóxicos ou estragados. A partir dessa data o Gruit, mix de ervas usados até então no lugar do lúpulo, foi banido da cerveja e passou a ser utilizado apenas em destilados como o Jägermeister

Os clássicos estilos de cervejas alemãs incluem: Pilsen, Dunkel, Märzen e Bock entre as Lagers, Weissbier, Berliner Weisse, Kölsch e Altbier entre as Ales.

Alguns rótulos dignos de honra: Stammgast Lager, Schofferhofer Hefeweizen, Schlenkerla Märzen e Köstritzer Schwarzbier. E todas elas podem ser compradas no Clube do Malte!

Baixe grátis nosso E-book sobre as Cervejas Alemãs:

 

Agora é com você! Conta pra gente aqui nos comentários, qual a sua cerveja alemã preferida?

Deixe uma resposta

O QUE VOCÊ ACHOU?

Escrito por Fred Banionis

Homebrewer, sommelier de cerveja e produtor audiovisual. Amante de harmonizações e caçador de novas experiencias.

Leves vs. Complexas! Conheça a seleção do Beer Pack de agosto

Harmonização de cervejas com comida nordestina