in

Cervejas com potencial de guarda

https://youtu.be/XIsWsAPeCdI

As cervejas com potencial de guarda são maravilhas porque possuem o “dom” dos vinhos tintos e whiskys: melhorar com o tempo. Contrariando a ideia de que quanto mais fresca melhor, alguns rótulos adquirem características positivas depois de alguns anos guardados, se tornando mais complexos no sabor e aroma.

Quais são as cervejas com potencial de guarda?

Não estamos falando de cervejas leves e delicadas como uma American Lager. Assim como a maioria das brejas, elas são melhores frescas e devem ser consumidas rápido.

As cervejas lupuladas também não são recomendadas. Apesar de ser um conservante natural, o lúpulo perde sabor, aroma e amargor com o tempo.

Apesar de não existir uma regra específica, há algumas características que permitem que a cerveja possa ser amadurecida por alguns anos.

  •         Cervejas alcoólicas: com teor maior ou igual a 8% de IBU. O álcool age como um conservante que garante a maturação com qualidade.
  •         Cervejas escuras: adquirem notas que remetem a xerém e Vinho do Porto.
  •         Cervejas maltadas e encorpadas: com o tempo, as proteínas do malte somem e cervejas de corpo alto garantem que não passem a sensação de ficarem “aguadas”.
  •         Cervejas não pasteurizadas: o processo de pasteurização é feito para conservar a cerveja, mas ele impede que a bebida sofra uma evolução sensorial.
  •         Cervejas ácidas de fermentação espontâneas: as Lambics fogem das regras, pois, apesar do teor alcoólico não ser elevado, elas suportam anos guardadas e evoluem muito bem com o tempo.

Cerveja especial belga – conheça essa ousada escola cervejeira

Alguns estilos de cervejas com potencial de guarda:

Belgian Dark Strong Ale

cervejas com potencial de guarda

Cerveja alcoólica, maltada e robusta. Com aromas frutados que remetem a frutas secas e ameixas, corpo alto conferindo cremosidade no paladar. Com o passar dos anos o rótulo adquire notas de baunilha, toffee e caramelo.

Tempo médio de guarda: 5 anos. Rótulos excepcionais chegam a 20 anos.

Sugestão de rótulo: La Trappe Quadrupel

English Barley Wine

Cerveja encorpada e de teor alcoólico extremamente elevado, possui notas frutadas e maltadas. Com os anos pode adquirir notas de envelhecimento como cerejas e Vinho do Porto.

Tempo médio de guarda: 2 a 3 anos. Rótulos excepcionais chegam a 10 anos.

Sugestão de rótulo: Fuller’s Golden Pride

Imperial Stout

Cerveja escura e alcoólica com aromas e sabores de malte torrado que remetem a cacau e amargor da torra presente. Com o tempo esse amargor se suaviza e se transforma em sabor que remete a chocolate amargo, além de apresentar ésteres frutais que remetem a frutas escuras como ameixa.

Tempo médio de guarda: Geralmente 1 ano.

Sugestão de rótulo: Leopoldina Russian Imperial Stout

Lambics

As lambics são cervejas belgas de fermentação espontânea que levam até 3 anos para serem maturadas no barril. São cervejas extremamente ácidas cuja a acidez é suavizada com o tempo, permitindo a percepção de novos sabores. A fermentação continua na garrafa consumindo os açúcares e assim ganhamos uma cerveja mais seca e com sabores únicos.

Gueuze Lambic

Este estilo é uma mistura de safras velhas e novas ainda em fermentação de Lambics. Possuem também aromas fenólicos e caprílicos como couro.

Tempo médio de guarda: Aqui depende, serão experiências distintas a cada período de guarda. Após os sete anos, por exemplo, ela volta a ter a acidez acentuada, mas alguns rótulos podem chegar a décadas de guarda trazendo características diferentes a cerveja.

Sugestão de rótulo: Boon Geuze Mariage Parfait

Fruit Lambic

Lambic com adição de frutas como cereja, framboesa e damasco. A acidez elevada se equilibra com o dulçor da fruta.

Tempo médio de guarda: Devem ser guardadas por menos tempo que a Gueze para garantir a presença do sabor da fruta. Cerca de 2 anos.

Sugestão de rótulo: Hanssens Oude Kriek

Como armazenar corretamente?

O armazenamento de cervejas com potencial de deve ser feito em:

  •         Local escuro para evitar o desenvolvimento de off-flavors.
  •         Seco com a umidade máxima de 60%.
  •         Temperatura constante de aproximadamente 13 °C.
  •         A posição vertical é a mais indicada para evitar oxidação no caso das cervejas com       tampa de alumínio.

Curtiram as dicas? Escolha seus rótulos preferidos no site do Clube do Malte e se prepare para daqui a alguns anos degustá-los. 

Deixe uma resposta

Escrito por Fernando D'Aquino

Produtor de conteúdo apaixonado por tecnologia, games, esportes e, principalmente, cerveja de qualidade!

Escritor
cervejas artesanais

Quais as diferenças entre cervejas artesanais x cervejas mainstream?

St. Patrick’s Day

Afinal, o que é o St. Patrick’s Day ?