in

Cervejas de Pernambuco

Pernambuco é o maior redentor de prêmios em cervejas artesanais do nordeste brasileiro. Desde 2015 houve um notável crescimento na produção de cervejas de Pernambuco, dados que superam em percentual se comparados com o crescimento nacional.

E como cervejeiro sabe aproveitar os bons momentos, foi criado um guia inteiramente dedicado ao mercado cervejeiro e Pernambuco. Lá você vai encontrar todas as informações pertinentes sobre a produção pernambucana de cerveja.

>> Drinks com cerveja – Confira 3 receitas <<

É possível encontrar esse guia na internet por R$ 19,90. E porquê vale a pena investir 20 pila nele? Você vai conseguir informações sobre todas as cervejarias do estado, incluindo sua história, lista dos produtos de cada marca, eventos e projetos cervejeiros e estabelecimentos que trabalham com cerveja. Se todo estado tivesse um guia desse, a vida de todo mundo estaria mais fácil, risos.

Crescimento à vista

Da produção caseira para a cervejaria, no começo de 2019 a Duvália inaugurou sua fábrica com capacidade de 12 mil litros por mês, localizada em Olinda. A produção começou em casa para atender festas da família e conforme a demanda por mais cerveja aumentava, se viu necessário um espaço maior para atender todo mundo.

Os sócios, que são irmãos, transformaram a casa dos pais em fábrica e chegaram a produzir 6 mil litros por mês lá. Mas para acompanhar o mercado logo tiveram que realizar a mudança e não pararam por aí: o plano é que em até 2 anos eles aumentem a fabricação para 50 mil litros por mês, pois a demanda não para de crescer. Além de aumentar sua capacidade de produção, a ideia também é de abrir o espaço para cervejarias ciganas que ainda não possuem capital suficiente para abrir a própria fábrica. Demais!

De olho nas raízes

Seguindo a Lei da Pureza Alemã e muito inspirada na história da cerveja artesanal em Pernambuco, a pioneira DeBron traz sete rótulos e capacidade de produção de 40 mil litros por mês. Seus sócios já viajaram para todos os cantos do mundo que possuem tradição na produção de cerveja e depositam toda essa bagagem em suas receitas.

A cervejaria é uma das responsáveis por dar para Pernambuco o título de estado mais premiado em cervejas artesanais. Uma curiosidade bacana é que no site da DeBron você pode utilizar a calculadora de chopp. É só você preencher todos os dados referentes ao evento que pretende fazer e eles te enviarão o cálculo certinho de quantidade de chopp que você deve encomendar, para que não falte e nem sobre cerveja na festa. Muito legal, né?

Feliz coincidência

Com crescimento de 25% ao ano, a cervejaria Capunga começou com a produção caseira e, após alguns anos, seus criadores conheceram os sócios de uma fábrica de chopp Pilsen. Então em 2015, lançaram seu primeiro chopp como Capunga.

Pra quem não sabe, em 1640 a primeira cervejaria em território nacional era fundada, a La Fonteine. E um tempo após a criação da Capunga, seus criadores descobriram que cresceram na mesma região onde estava localizada a pioneira das Américas. Baita coincidência legal. Inovação é a palavra que harmoniza com essa cervejaria que não está focada apenas na produção de ótimas cervejas. No site da marca, você pode encontrar pimentas, barris de chopp e gin, a bebida da moda.

O mercado de cerveja artesanal no nordeste vem crescendo cada vez mais e várias outras cervejarias mereciam seu espaço aqui, não deixe de procurar pela Ekaut, FriedaHaus e Patt Lou.

E você, leitor? Qual sua rota cervejeira favorita? Nossa viagem pelo Brasil Cervejeiro está quase chegando ao fim, mande no e-mail revista@clubedomalte.com.br, sugestões dos próximos estados que você quer viajar comigo nas próximas edições. Ou melhor, conte pra gente rotas cervejeiras que já percorreu, quem sabe ela não aparece por aqui, hein?!

Cheers!

Deixe uma resposta

O QUE VOCÊ ACHOU?

Cerveja Porter, dos portos ingleses para o mundo!

Harmonização Com Cervejas Trapistas