in

Como aproveitar de verdade as cervejas defumadas (Rauchbier)?

A Rauchbier é uma cerveja alemã elegante, maltada e com forte caráter de defumado. No aroma e sabor traz notas de malte ricamente tostado, mas com amargor restrito. Particularmente acho que é um dos estilos mais curiosos, até mesmo exótico. É surpreendente como o malte, conforme é trabalhado, apresenta uma gama enorme de diferentes características sensoriais. As cervejas defumadas traz, e com muita evidência, aromas que remetem a bacon ou linguiça defumada. Isso se dá pelo fato do malte ter sido defumado, nem torrado, nem tostado, defumado mesmo, assim como os alimentos defumados que conhecemos.

Segundo conta a história a cerveja Rauchbier surgiu na após o incêndio de uma cervejaria, no qual o malte armazenado foi contaminado pela fumaça e para não perder o ingrediente o cervejeiro produzir a cerveja com esse malte. Ao contrário de suas expectativas, o produto caiu no gosto dos consumidores, de tal forma que ele continuou a produzir cerveja com malte previamente defumado.

Enquanto outras cervejarias se adaptaram à nova técnica da produção de malte livre de fumaça (em alemão: rauchfrei), a antiga tradição foi mantida até a atualidade, em Bamberg, pelas cervejarias Brauerei Spezial e Schlenkerla, as mais famosas Rauchbier do mundo.

>> Leia mais em: Cerveja Rauchbier: a riqueza sensorial do malte defumado <<

Mas não é só por lá que esse estilo reviveu. Segundo o site craftbeer.com nos EUA essa é a tendência da vez. A Switchback Brewing Co., cervejaria em Burlington, Vermont, está em uma missão para iniciar uma revolução moderna com cervejas defumadas, com a intenção de mostrar como a fumaça pode contribuir com sabores complexos para cervejas de todos os estilos.

Mas como aproveitar tudo o que as cervejas defumadas têm a oferecer?

Andy Kline, gerente de comunicações da Alaskan Brewing Co. conta ao site craftbeer.com que existem algumas maneiras de melhorar sua experiência de tomar uma Rauchbier.

  • Uma delas é servir a cerveja em um copo canelado, que irá coletar o aroma na parte superior do copo.
  • Outro ponto importante é em relação a temperatura, segundo Kline o ideal é servir em uma temperatura fria, mas não muito fria, pois como a cerveja em si é doce e com um corpo bastante grande, a riqueza do caráter de fumaça se mistura com a doçura e pode ser melhor apreciada em uma temperatura um pouco mais quente.
  • A terceira dica para você aproveitar tudo o que as cervejas defumadas têm para oferecer é não julgar antes do terceiro gole. Segundo afirma Cherry de Switchback no site craftbeer.com, em Bamberg, eles dizem para você esperar até sua terceira cerveja para julgar, mas o princípio é o mesmo. O primeiro gole é surpreendente, e você ficará hiper-focado na fumaça. O segundo gole traz a percepção de que há mais coisa acontecendo na cerveja do que apenas o defumado. No terceiro gole, você apenas desfruta da maravilha.
  • Uma quarta maneira também apontada pelo site craftbeer.com, é a escolha de um bom prato para a harmonização. Esse estilo de cerveja combina bem com queijos azuis, como roquefort ou gorgonzola, costelinha de porco, presunto de parma e, de maneira geral, com carnes e embutidos não necessariamente defumados, mas com sensorial bem marcante como salames e carnes assadas.
  • A quinta dica é minha: permita-se. Essa é uma cerveja bem peculiar, com uma complexidade enorme de aromas e sabores, vindos unicamente do malte, que é preparado para a sua produção. A experiência aqui é valiosíssima. Só depois que provei uma rauchbier pude entender o quão grande é a diversidade no universo cervejeiro.

No Brasil o estilo é produzido há vários anos, e você pode encontrar excelentes exemplares das cervejarias Schornstein, Tarantino, Bamberg, Bierbaum, Ogre Beer, entre várias outras.

Cheers!

Schlenkerla Marzen Rauchbier

A mais famosa Rauchbier do mundo

de R$ 38,90
por R$

34,90

Comprar

* Ao clicar em comprar você será redirecionado para a página do produto em nossa loja.

Deixe uma resposta

Escrito por Ana Paula Komar

Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

InicianteVisualizaçãoEscritorVotação

A história da renomada cervejaria St-Feuillien

As 7 mais loucas tecnologias cervejeiras