in

Consumo de cervejas especiais no Brasil cresce 35% em 4 anos

A ABRABE (Associação Brasileira de Bebidas) realizou recentemente um estudo, elaborado pela KPMG –  uma das maiores empresas de prestação de serviços profissionais, que incluem Audit, Tax e Advisory Services – sobre o panorama do segmento de bebidas alcoólicas no Brasil, o qual aponta um crescimento no consumo de cervejas especiais no país.

>> Congresso quer proibir propagandas de bebidas alcoólicas <<

A ABRABE reúne fabricantes de cervejas, cachaças, vinhos e destilados e é presidida por Cristiane Foja, compondo a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Cerveja, junto com a Abracerva (Associação Brasileira de Cerveja Artesanal) e demais entidades do setor.

Foco no consumidor; comunicação do valor dos produtos; a questão sustentabilidade e turismo, aparecem como forte tendência no setor. Mas o que chama a atenção é o de crescimento que o mercado das artesanais, cerca de 35% em 4 anos. Segundo dados do estudo isso se deve ao aumento no número de lançamentos de novas cervejas e as inovações de produtos.

O estudo aponta também que o reconhecimento da cerveja brasileira na América Latina pode ser utilizado para alavancar a entrada de produtos com maior valor agregado no mercado

Você pode conferir o estudo completo, com mais informações sobre o consumo de cervejas especiais no país, no site da Abracerva AQUI!

Fonte: Abracerva

Deixe uma resposta

O QUE VOCÊ ACHOU?

Escrito por Ana Paula Komar

Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

InicianteVisualizaçãoEscritorVotação

4 harmonizações de cervejas com carne

São Paulo, terra da garoa e da cerveja boa!