in

Homem produz cerveja em seu próprio corpo

Já pensou em produzir sua própria cerveja? Mas não como cervejeiro caseiro e sim em seu próprio corpo?  Essa não é uma notícia nova, mas vira e mexe ela está circulando novamente pela internet e impactando a todos, afinal este é um caso muito curioso e raro, não é mesmo? Como pode um homem produzir cerveja em seu próprio corpo?

Ao primeiro impacto, muitos pensam se isso é um privilégio ou um problema. Com certeza é um problema. Na verdade, essa é uma doença, chamada de Síndrome do Auto-Cervejeiro, um caso raríssimo que basicamente deixa a pessoa em estado de embriaguez sem ter consumido bebida alcoólica alguma.

Mas como isso é possível?

A tal síndrome veio a conhecimento público ainda em 2013 com uma ocorrência registrada no estado americanos do Texas, registrada pelo International Jornal of Clinical Medicine, relatado pelo médico gastroenterologista Justin McCarthy e pela especialista em enfermagem Barabara Cordell de Panola College.

O paciente, um homem de 61 anos, deu entrada no hospital com queixa de tontura. Como procedimento padrão foi realizado nele o teste do bafômetro e esse acusou 0,37% de concentração de álcool no sangue, quase cinco vezes o limite legal para dirigir no Texas. Mas esse não era mais um mero caso de embriaguez, pois o homem afirmava não ter consumido nenhuma bebida alcoólica.

>> Cervejas de mesa: o que são as Table Beers? <<

Para estudar o problema, os médicos isolaram por 24h o paciente em um quarto do hospital. Durante todo o período ele consumiu alimentos ricos em carboidrato e no decorrer a taxa de álcool no sangue subiu. Após exames, os médicos conseguiram avaliar de fato o que estava acontecendo e chegaram ao diagnóstico da doença: Síndrome do Auto-Cervejeiro.

O que ocorreu com esse homem foi que ele estava com excesso de levedura de cerveja em seu intestino. Mais especificamente seu intestino foi colonizado pelo chamado Saccharomyces cerevisiae, que é a mais conhecida e usada levedura (fermento) para a produção de cerveja, usada também para o crescimento de pães.

O paciente ficava embriagado, mesmo sem o consumo de álcool, por que esse fungo converte o açúcar em álcool. Logo, alimentos ricos em açúcares e carboidratos deixavam ele bêbado. Basicamente, ele estava produzindo cerveja em seu próprio intestino.

A doença

Os pesquisadores examinaram a escassa literatura sobre a Síndrome do Auto-Cervejeiro e descobriram alguns casos semelhantes a esse do Texas. Alguns relatos no Japão datam da década de 1970. Na maioria dos casos, as infecções ocorreram depois que a pessoa tomou antibióticos — que podem acabar com as bactérias no intestino, abrindo espaço para o surgimento de fungos como leveduras — ou tiveram outra doença que suprime seu sistema imunológico.


Use o cupom de desconto BLOGDACERVEJA em compras acima de R$ 150,00, no site do Clube do Malte, e ganhe uma cerveja de  brinde.

Deixe uma resposta

O QUE VOCÊ ACHOU?

Escrito por Ana Paula Komar

Jornalista, apaixonada por história, curiosa por culturas e apreciadora de boas cervejas!

InicianteVisualizaçãoEscritorVotação

Cervejas de mesa: o que são as Table Beers?

Garrafa para controlar a espuma da cerveja