in ,

Milkshake IPA – Afinal o que é isso?

Pode ser novo para alguns, mas já se tornou um clássico no estrangeiro. Milkshake IPA você já ouviu falar?

Pois bem, vamos pincelar a história rapidamente. Tudo começou com Jean Broillet IV, dono e mestre cervejeiro da norte americana Tired Hands Brewing Company. Em março de 2015, Jean se juntou com nada menos que Henok, sócio fundador e mente criativa da sueca Omnipollo. Henok, a qual, no ano anterior havia produzido uma Smoothie IPA com ousadas doses de baunilha, framboesa e lactose e o sucesso foi quase que imediato.

Com isso, abriu-se a porteira para produção de uma infinidade de Milkshake´s IPA´s ao redor do globo, incluindo nosso Brasilzão!

>>>Confira aqui 7 cervejas para dias frios<<<

Beleza, já entendi a história, mas afinal o que é isso?

Certo, vamos lá! O que caracteriza uma cerveja como milkshake é a inclusão de lactose e em determinadas receitas, fruta. Muito comum usar maçã, por ser rica em pectina, que dá sustância ao corpo da cerveja. A ideia é sempre ter uma cerveja com corpo espesso, com doçura característica e que seja, de fato, semelhante a um milkshake!

Importante lembrar que qualquer bebida alcoólica com adição de ingredientes de origem animal não pode ser chamada de cerveja pela lei brasileira. É o caso da Colorado Appia, uma weiss que tem adição de mel de abelha. Cervejas desse tipo são chamadas de Bebida Mista Gaseificada.

>>> Confira também o Blog Cwbeerfood<<<

Tem alguma cerveja no Brasil com essas características, da tal Milkshake IPA?

Então, tem sim!

A Hocus Pocus (RJ), Oceânica (RJ) e a Dádiva (SP) puxaram a fila aqui em terras tupiniquins. Sinceramente, ouso dizer que são cervejas bem fora da curva. Alérgicos a lactose, pelo amor do que você acreditar, NÃO tomem essas cervejas.

Para você conhecer mais, as minhas indicações estão abaixo. Verifique apenas a disponibilidade de produção, algumas podem ser sazonais

1- Dádiva Double IPA com Morango e Maça: um dos primeiros rótulos da Dádiva no padrão Milkshake IPA. Com maça, baunilha e lactose, é uma cerveja agradável com amargor mediano, corpo denso e cremoso. Frutado do começo ao fim!

2 – Oceânica Velvet Rainbow: a cervejaria Oceânica é bem conhecida no Rio de Janeiro com seus rótulos lupuladas e com qualidade bem alta. A Velvet Rainbow é uma Milkshake IPA com adição de baunilha, lactose e abacaxi. Vale experimentar!

3Hocus Pocus High On Milk: pioneira no estilo New England IPA aqui no Brasil, a cervejaria carioca também tem sua versão de Milkshake IPA. Psicodélica ela tem adição de lactose, morango, chocolate e baunilha, isso sem falar na quantidade absurda de lúpulos cítricos. É para glorificar de pé, igreja!

Extra!

4– Bandoleiros Urbanos: Ok, sei que alergia à lactose não é algo que você simplesmente quer ter. Pensando nisso, a Urbana e a Juan Caloto lançaram recentemente a Bandoleiros Urbanos, uma Milkshake IPA 0% de lactose. Uai, é possível? Sim. Com adição de maltodextrina além de malte chocolate, cacau e baunilha.

 

Saúde!

 

Deixe uma resposta

Escrito por Andre Santini

Comunicador Social, viciado em Double IPA e Imperial Stout e tem como lema de vida "Time" do Pink Floyd.

Beer Pack de Agosto – mês das maltadas

Você sabe a diferença entre prime rib e tomahawk?