in

Isso aqui é Malzbier?

Antes de mergulhar no mundo das cervejas artesanais, sempre que eu ia ao mercado comprar aquela cervejinha pro churrasco ou pra alguma festinha, me deparava com as famosas cervejas pretas, as “Malzbier”.

Confesso que nunca me agradaram. Como não fazia muita ideia do que significava esse estilo, na minha cabeça fazia sentido que seria uma cerveja mais alcoólica ou amarga. Mas ao provar, percebi que estava completamente enganada: era uma bebida doce.

Uma cerveja sem estilo?

Hoje, entendendo muito mais sobre o universo cervejeiro, a gente sabe que cervejas escuras têm esse aspecto por conta dos maltes utilizados em sua receita. Desde as cervejas clarinhas, como as Pilsner, Helles, Weiss, até mesmo as escuras Stouts ou Porters, que utilizam maltes torrados.

Mas agora vem a surpresa: a Malzbier não utiliza esses maltes! Sua cor escura se dá pela adição de xarope de açúcar e caramelo (tá aí o sabor doce dela).

E isso tira essa cerveja de todos os guias cervejeiros, por exemplo o BJCP, que não a considera um estilo. Além do perceptível sabor doce, a gente também descobre que ela não é nada alcoólica. Seu índice de ABV sempre vai até 4%, tornando a bebida bem leve.

Aí você pode estar se perguntando: como pode uma cerveja sem malte? Calma lá, ela só não vai com maltes escuros, os maltes claros estão presentes em sua composição.

Correção nem sempre desejada

Pra piorar o lado dela, sua essência era muito utilizada para “corrigir” algumas cervejas. Quando uma produção não se saía muito bem, o que os cervejeiros faziam? Sim, adicionavam xarope de açúcar e caramelo e voilà! Temos uma cerveja doce e escura para o mercado! Coitada.

Lembra que comentei sobre o teor alcoólico que é bem baixinho? Na Alemanha ela nem é considerada mais como cerveja, apenas como bebida energética. Em sua receita original o ABV não atinge 1%.

Por coincidência, essa cerveja possui uma certa popularidade aqui no Brasil, e por isso é reproduzida por algumas marcas fortes de cerveja de massa. Mas fora daqui não possui esse reconhecimento.

E você? É um apreciador das Malzbier ou prefere as cervejas de malte torrado? Conta pra gente nos comentários.

Cheers!

 

Deixe uma resposta

O QUE VOCÊ ACHOU?

4 cervejas para a galera fitness

Beer Hunter: conheça a Brut IPA de São Francisco