• Origem
  • País
  • Categoria
  • Cor
  • Marcas
  • Assinatura Recorrente
Preço Por

Cervejas e Queijos

Engana-se quem pensa que harmonização com queijo é apenas com vinho, existem vários estilos de cerveja que vão muito bem com diversos tipos de queijos. Apesar de ser considerado uma novidade, esta combinação já é antiga em países como a Alemanha e Holanda, onde o clima e o solo não eram propícios para o cultivo de uva e a produção de vinho. Em contrapartida, são países tradicionais na elaboração de cervejas especiais.

A harmonização de cervejas e queijos vai lhe surpreender por diversos fatores, entre eles estão: a carbonatação presente na cerveja possui a função de cortar a gordura do queijo e limpar nossas papilas gustativas, ao contrário do vinho, que não passa por esse processo. Além disso, o teor alcoólico, acidez e amargor se equilibram perfeitamente com os traços amanteigados presentes neste lacticinio. Outro ponto positivo, é a conformidade nos sabores provenientes do malte, cevada e trigo usados na cerveja também são utilizados em pães, que também são fortes aliados aos queijos, aliás, concordemos que a cerveja é um verdadeiro pão líquido!

Dicas de Harmonização

Algumas dicas interessantes na degustação de queijos, é começar com cervejas artesanais mais leves e queijos mais suaves para posteriormente passar para rótulos mais encorpados e queijos fortes. Além disso, quanto mais forte o queijo, mais robusta em quesitos como álcool e amargor, deverá ser a cerveja. Para ter uma boa experiência, utilizar três tipos de queijos: um mais adocicado, como o emmental; mais salgado, como os queijos de cabra; e com fungos, como o brie ou camembert.

Agora, é só escolher seus rótulos e boa degustação!

16 produtos
Ordenar por:
Ordenar por
Ordenar por:
    Filtrar por
    • Origem
    • País
    • Categoria
    • Cor
    • Marcas
    • Faixas de Preço
    • Assinatura Recorrente

    Cervejas e Queijos

    Engana-se quem pensa que harmonização com queijo é apenas com vinho, existem vários estilos de cerveja que vão muito bem com diversos tipos de queijos. Apesar de ser considerado uma novidade, esta combinação já é antiga em países como a Alemanha e Holanda, onde o clima e o solo não eram propícios para o cultivo de uva e a produção de vinho. Em contrapartida, são países tradicionais na elaboração de cervejas especiais.

    A harmonização de cervejas e queijos vai lhe surpreender por diversos fatores, entre eles estão: a carbonatação presente na cerveja possui a função de cortar a gordura do queijo e limpar nossas papilas gustativas, ao contrário do vinho, que não passa por esse processo. Além disso, o teor alcoólico, acidez e amargor se equilibram perfeitamente com os traços amanteigados presentes neste lacticinio. Outro ponto positivo, é a conformidade nos sabores provenientes do malte, cevada e trigo usados na cerveja também são utilizados em pães, que também são fortes aliados aos queijos, aliás, concordemos que a cerveja é um verdadeiro pão líquido!

    Dicas de Harmonização

    Algumas dicas interessantes na degustação de queijos, é começar com cervejas artesanais mais leves e queijos mais suaves para posteriormente passar para rótulos mais encorpados e queijos fortes. Além disso, quanto mais forte o queijo, mais robusta em quesitos como álcool e amargor, deverá ser a cerveja. Para ter uma boa experiência, utilizar três tipos de queijos: um mais adocicado, como o emmental; mais salgado, como os queijos de cabra; e com fungos, como o brie ou camembert.

    Agora, é só escolher seus rótulos e boa degustação!