• Categoria
  • Cor
  • Assinatura Recorrente
Preço Por

Baladin: a italiana revolucionária

A história da Cervejaria Baladin começa em 1986, em Piozzo, Itália, pelo mestre cervejeiro Teo Musso. O cervejeiro inovou ao inserir música no processo de fermentação. Em 2007, Teo encomendou a um artista de tango a composição de movimentos musicais para as várias fases do crescimento do fermento e ganhou atenção mundial ao colocar fones de ouvido especialmente montados em seus recipientes de fermentação.Assim, Teo viu que fabricar cerveja é como compor uma música, onde pode se contar uma história. Atualmente os tanques foram modificados, e não é mais possível tal experimentação. Apesar disso, Teo sempre busca evoluir com outras ideias. Sem dúvidas, a cerveja Baladin é fora do comum.

Cervejas Baladin

Conheça os rótulos inesquecíveis criados por Teo Musso:

Baladin WayanSeus ingredientes são bem selecionados: feita com trigo normal, trigo sarraceno, centeio, coentro, casca de laranja, chicória e pimenta. Traz no aroma notas principalmente cítricas, lembrando abacaxi, e especiarias como as sementes de coentro. Teor alcoólico: 5.8%.

Baladin Open - Cerveja de cor avermelhada, paladar marcante e bem lupulada.Recebe quatro tipos de lúpulo, além do dry-hopping (adição de lúpulo a seco, no final do processo) de Amarillo. Tem amargor agradável e aroma herbal, o que confere aroma mais intenso. Teor alcoólico: 7.5%.

Baladin Nora Cerveja egípcia da Baladin. Em sua fabricação são utilizados ingredientes como o cereal egípcio kamut, gengibre e mirra, resina aromática extraída de árvore africana. É licorosa e traz delicada doçura final. Teor alcoólico: 6.8%.

Baladin Isaac - Sua produção é feita com trigo local. Traz notas de flores silvestres, camomila e malva. Seu sabor equilibra as notas frutadas de apricot, peras e figos com notas de especiarias, típicas de uma Witbier. Teor alcoólico: 5%.

Baladin Erika - Cerveja, onde as notas de caramelo e tamarindo são equilibradas pelo lúpulo inglês. Na segunda fermentação e envelhecimento na garrafa, utiliza-se mel de abelha.No aroma notas marcantes de mel, toques de cereais e pão branco. Teor alcoólico: 9%.

Baladin Noël -Cerveja escura de paladar robusto. É possível sentir notas de chocolate, especiarias, ervas, frutas e cacau. Possui um aspecto licoroso com sabor toffee, o que explica porque essa cerveja deixou de ser sazonal para ser produzida o ano todo. As notas de frutas secas complementam o conjunto. Teor alcoólico: 9%.

8 produtos
Ordenar por:
Ordenar por
Ordenar por:
    Filtrar por
    • Categoria
    • Cor
    • Faixas de Preço
    • Faixas de Preço
    • Assinatura Recorrente

    Baladin: a italiana revolucionária

    A história da Cervejaria Baladin começa em 1986, em Piozzo, Itália, pelo mestre cervejeiro Teo Musso. O cervejeiro inovou ao inserir música no processo de fermentação. Em 2007, Teo encomendou a um artista de tango a composição de movimentos musicais para as várias fases do crescimento do fermento e ganhou atenção mundial ao colocar fones de ouvido especialmente montados em seus recipientes de fermentação.Assim, Teo viu que fabricar cerveja é como compor uma música, onde pode se contar uma história. Atualmente os tanques foram modificados, e não é mais possível tal experimentação. Apesar disso, Teo sempre busca evoluir com outras ideias. Sem dúvidas, a cerveja Baladin é fora do comum.

    Cervejas Baladin

    Conheça os rótulos inesquecíveis criados por Teo Musso:

    Baladin WayanSeus ingredientes são bem selecionados: feita com trigo normal, trigo sarraceno, centeio, coentro, casca de laranja, chicória e pimenta. Traz no aroma notas principalmente cítricas, lembrando abacaxi, e especiarias como as sementes de coentro. Teor alcoólico: 5.8%.

    Baladin Open - Cerveja de cor avermelhada, paladar marcante e bem lupulada.Recebe quatro tipos de lúpulo, além do dry-hopping (adição de lúpulo a seco, no final do processo) de Amarillo. Tem amargor agradável e aroma herbal, o que confere aroma mais intenso. Teor alcoólico: 7.5%.

    Baladin Nora Cerveja egípcia da Baladin. Em sua fabricação são utilizados ingredientes como o cereal egípcio kamut, gengibre e mirra, resina aromática extraída de árvore africana. É licorosa e traz delicada doçura final. Teor alcoólico: 6.8%.

    Baladin Isaac - Sua produção é feita com trigo local. Traz notas de flores silvestres, camomila e malva. Seu sabor equilibra as notas frutadas de apricot, peras e figos com notas de especiarias, típicas de uma Witbier. Teor alcoólico: 5%.

    Baladin Erika - Cerveja, onde as notas de caramelo e tamarindo são equilibradas pelo lúpulo inglês. Na segunda fermentação e envelhecimento na garrafa, utiliza-se mel de abelha.No aroma notas marcantes de mel, toques de cereais e pão branco. Teor alcoólico: 9%.

    Baladin Noël -Cerveja escura de paladar robusto. É possível sentir notas de chocolate, especiarias, ervas, frutas e cacau. Possui um aspecto licoroso com sabor toffee, o que explica porque essa cerveja deixou de ser sazonal para ser produzida o ano todo. As notas de frutas secas complementam o conjunto. Teor alcoólico: 9%.