É em Flandres, Bélgica, que a história da Malheur começou. A cervejaria Landtsheer já está em sua quinta geração, sendo a especialidade a produção de Ales, cervejas de alta fermentação e uma das três no mundo a utilizar o método de champenoise. O início da produção data 1839, sendo que em  1997 eles se mudaram para instalações modernas, mantendo o método tradicional de fabricação.

Na produção, os fermentos continuam vivos mesmo depois do engarrafamento, devido ao remuáge, ou refermentação, podendo assim, o sabor variar de acordo com o tempo. Alguns rótulos passam pelo processo de champenoise, mesmo do champagne. Luc verhaeghe, mestre-cervejeiro da Malheur, foi pioneiro no processo de champenoise. Assim, cada cerveja é uma nova experiência! Confira os rótulos:

Malheur 10°

Belgian Strong Ale, esta cerveja tem aromas interessantes. Sua cor é dourada, com toques frutados de pêssego e outras frutas cítricas. Boa formação de espuma, alta carbonatação e sabor amargo e ácido. Teor alcoólico de 10%.

Malheur 12°

A versão dark da 10°, com aroma lupulado complexo e com toque frutado. No sabor, o álcool aparece, juntamente com o amargor do lúpulo.  Equilíbrio no dulçor e amargo, não deixando a cerveja enjoativa. Teor alcoólico de 12%.

Malheur Dark Brut

A base desta cerveja é a 12°, no entanto, passando pelo método de champenoise. Aroma de frutas secas, como ameixas, um toque amadeirado e de café. Sabor mais seco, sem muita acidez e levemente adocicado. É maturada em barris jovens e previamente queimados, especialmente para esta cerveja. Teor alcoólico de 12%.

Malheur Brut

Esta é feita a partir da 10°, com adição das leveduras de champagne. Perlage fino e no sabor o destaque da acidez, o que remete ao vinho branco. Refrescante e com ótima drinkability. Teor alcoólico de 11%.

0 produtos
Ordenar por
    Filtrar por