• Assinatura Recorrente
  • Categoria
  • Marcas
Preço por

Japão

Quando pensamos no Japão coisas que vêm à mente são a cultura oriental, a educação, a tecnologia e o sakê. Mas existe um espaço para o consumo de cerveja no Japão. Em 2015, por exemplo, foram produzidos 2.79 bilhões de litros de cerveja no país, ou seja, algo em torno de 21,96 litros por pessoa.

A cerveja faz parte da cultura japonesa e é produzida no país desde o início do século XIX, após o contato de produtores locais com comerciantes holandeses e, desde então, a sua produção vem crescendo ao longo dos anos.

O mercado de cerveja no Japão possui quatro grandes cervejarias, são elas: Asahi, Kirin, Suntory e Sapporo, essas marcas controlam 90% do mercado japonês. Isso faz com que não haja tanto espaço para produção artesanal como acontece aqui no Brasil, mas os produtores conseguem oferecer produtos diferentes para um grande público.

As cervejas do Japão tem algumas particularidades como as cervejas happoshu, que são cervejas com baixo teor de malte e menor teor alcoólico, elas são mais baratas por não serem consideradas como cerveja, mas possuem um grande público. Além disso, o Japão também produz muitas cervejas sazonais, com aparência e teor alcoólico que variam de acordo com a estação.  

1 produtos
Ordenar por:

Ordenar por

Ordenar por:

    Filtrar por

    • Assinatura Recorrente
    • Categoria
    • Marcas
    • Faixas de Preço

    Japão

    Quando pensamos no Japão coisas que vêm à mente são a cultura oriental, a educação, a tecnologia e o sakê. Mas existe um espaço para o consumo de cerveja no Japão. Em 2015, por exemplo, foram produzidos 2.79 bilhões de litros de cerveja no país, ou seja, algo em torno de 21,96 litros por pessoa.

    A cerveja faz parte da cultura japonesa e é produzida no país desde o início do século XIX, após o contato de produtores locais com comerciantes holandeses e, desde então, a sua produção vem crescendo ao longo dos anos.

    O mercado de cerveja no Japão possui quatro grandes cervejarias, são elas: Asahi, Kirin, Suntory e Sapporo, essas marcas controlam 90% do mercado japonês. Isso faz com que não haja tanto espaço para produção artesanal como acontece aqui no Brasil, mas os produtores conseguem oferecer produtos diferentes para um grande público.

    As cervejas do Japão tem algumas particularidades como as cervejas happoshu, que são cervejas com baixo teor de malte e menor teor alcoólico, elas são mais baratas por não serem consideradas como cerveja, mas possuem um grande público. Além disso, o Japão também produz muitas cervejas sazonais, com aparência e teor alcoólico que variam de acordo com a estação.  

    Ver mais... Ver menos...
    Você está no Beer Brokers. Ir para o Clube do Malte
    X