in

O que a cerveja artesanal tem de diferente?

cerveja artesanal

Muitas pessoas quando embarcam no mundo da cerveja artesanal, querem saber quais são os seus diferenciais em relação a outras cervejas. Para escolher melhor os rótulos é necessário saber estas diferenças e aqui nesta matéria você pode ver as principais!  Tem quem acredite que os preços são os únicos contrastes entre as cervejas artesanais e as industrializadas, mas tem outros pontos que interferem e muito no resultado final da bebida que chega ao consumidor. Resultados que podem sim refletir no preço, mas o que manda aqui é a qualidade.

O que é cerveja artesanal?

Principais diferenciais da cerveja artesanal?

Produzir cerveja artesanal é uma arte, elas são feitas em pequena escala e o foco está na qualidade e não na quantidade, o que faz com que o custo de produção da cerveja artesanal seja mais alto, e consequentemente reflita no preço final. O cervejeiro controla de perto todos os processos de produção, desde a criação de uma receita única, a escolha dos ingredientes, todas as etapas de fabricação, até a chegada ao consumidor.

E ainda podemos considerar que a cerveja artesanal tem uma ligação com a comunidade onde é produzida, muitas cidades recebem homenagens das cervejarias, que apresentam rótulos e garrafas que remetem ao local de produção. 

O maior diferencial está nos ingredientes:

Os ingredientes usados na produção de cerveja artesanal são nobres e selecionados, geralmente importados de países que se destacam na produção de insumos cervejeiros, ou insumos nacionais de qualidade. Já as cervejas industrializadas podem ter em suas suas receitas outros ingredientes não tão nobres, como corantes, estabilizantes e antioxidantes, aditivos inseridos na bebida muitas vezes a fim de acelerar o processo produtivo e manter o produto com uma validade maior.

Historicamente as cervejas artesanais seguiam a Lei de Pureza Alemã, mas isso hoje em dia não é uma regra, nem termômetro pra saber se a cerveja é boa ou não, a questão é que além dos ingredientes tradicionais: água, lúpulo, malte e levedura; Toda a produção depende das combinações criadas pelo mestre cervejeiro levando em conta as variações de lúpulos, leveduras, o nível de torra do malte, além do adjuntos que ele desejar adicionar na bebida, como frutas, ervas, especiarias e condimentos, a fim de trazer ao degustador uma experiência cervejeira diferente.

O processo de fabricação da cerveja artesanal

cerveja artesanal

Além dos ingredientes como já foi citado acima, seu processo de produção também é diferente, respeitando o tempo de fermentação e maturação, sem acelerar os processos. Cada etapa é acompanhada de perto por profissionais que garantem a qualidade do produto final.  Uma das maiores preocupações da cerveja artesanal é ter aromas e sabores diferenciados para agradar diversos paladares. 

Você sabe como surgiu a cerveja artesanal no Brasil?

Na cerveja artesanal o rótulo é uma experiência à parte! 

A identidade visual de uma marca pode ser uma experiência à parte, e as cervejas artesanais na maioria dos casos levam isso a sério. A identidade visual das marcas está presente nas embalagens e muitas cervejarias usam essa parte para contar histórias, curiosidades e segredos sobre a marca ou sobre a cerveja em si!

Pronto! Para finalizar quero lembrar que as cervejas artesanais acrescentam novas possibilidades e sabores para os consumidores, e tem uma ampla variedade de estilos para atender os mais exigentes e curiosos. Se você ficou curioso para conhecer mais das cervejas artesanais e ampliar seus horizontes sobre esse líquido maravilhoso, acesse o site o Clube do Malte, lá temos diversas opções e tenho certeza que algumas delas vão atender seu paladar! 

Deixe uma resposta

O QUE VOCÊ ACHOU?

Escrito por Caroline Silva

InicianteEscritorVisualizaçãoVotação
Brewdog

Brewdog: a revolução cervejeira dos punks escoceses

cerveja sem álcool

Home office com cerveja sem álcool